Biografia

sobre_ilustra1

Baiano, de Salvador, Geraldo Melo começou a carreira nos anos 70, como fotógrafo da revista Rolling Stones, no Rio de Janeiro, na qual trabalhou até se formar em História da Arte pela UERJ. De 1976 a 1978 morou em Paris, onde atuou como freelancer em publicações europeias.

Ao voltar para o Brasil, trabalhou como diretor de cinema em documentários autorais, distribuídos pela Empresa Brasileira de Filmes (Embrafilme), e também em filmes institucionais. Em 1981, Geraldo abriu o estúdio Delírios e Etc., no Rio de Janeiro, especializado em publicidade. Na época, entre seus clientes figuravam as principais agências e empresas nacionais e multinacionais.

Em 1982, foi convidado para lecionar fotografia na “Univercidade”, faculdade privada do Rio de Janeiro, onde deu aula por cinco anos. Além do estúdio e da docência, sempre se dedicou ao trabalho autoral. A admiração por André Kertesz e Cartier Bresson influenciou suas fotos, porém a singularidade da sua técnica define um estilo próprio já reconhecido nacional e internacionalmente.

Obras do artista estão no Museu de Arte de São Paulo – MASP, no Musée Français de la Photographie, em Paris, no Museu de Arte Contemporânea São Paulo – MAC, no Arbetets Museum, em Estocolmo, Suécia, na Biblioteca do Estado em Vilnius, Lituânia, e no Museu de Arte Contemporânea do MS – MARCO.

De 2010 a 2012, atuou no Grupo Metrópole como editor de fotografia. Hoje, Geraldo Melo se dedica ao trabalho artístico e à edição do seu próximo livro. O artista é representado no Brasil pela Galeria Tramas, com sede no Rio de Janeiro, e nos Estados Unidos pela Amsterdam Whitney Gallery, com sede em Nova Iorque.